Levantei esse assunto na página e recebi muitas perguntas de como abordar esse tema importantíssimo com as crianças.

Primeiro gostaria de dizer que como educadora esse assunto tem muita relação com educação violenta, com OBEDIÊNCIA que eu sou totalmente contra, sobre abuso de poder, sobre bater e principalmente sobre GÊNERO.

Nesse post não falarei sobre isso. Mas preciso relembrar todos vcs. ok?

Vou escrever mais logo logo.

Até lá, segue aqui link de livros para vcs irem trabalhando com os filhos de vcs.

O primeiro é o SEGREDRO SEGREDÍSSIMO, a protagonista Adriana é uma menina triste que tem um segredo segredíssimo. A sorte dela é que sua amiga Alice é muito esperta, e ao saber do segredo dá a Adriana um conselho conselhíssimo. Adriana segue o conselho e sua vida muda para melhor. Livro infantil polêmico e inovador. A autora toca delicadamente – mas com firmeza – na questão do abuso infantil. Link onde eu sempre compro pra vcs, e é baratinho!

O outro é o meu preferido é o NÃO ME TOCA SEU BOBOCA

Ritoca tem uma história para contar, meio difícil de entender, muito difícil de falar. O encontro com um tio gentil e sorridente acaba se tornando um pesadelo, do qual Ritoca e seus amigos conseguem escapar. “Se for de um jeito suspeito, ninguém deve tocar na gente!”, ela logo reconhece. De maneira lúdica, o livro mostra a todas as crianças o que é a situação de violência sexual e o que fazer para evitá-la. Uma forma de oferecer segurança e informação às crianças sem perder o encantamento próprio da literatura. Um livro necessário, escrito cuidadosamente por Andrea Taubman e ilustrado pela talentosa Thais Linhares. Invistam! link esta abaixo!

E o PIPO E FIFI da Caroline Arcari que tem um site lindo repleto de informações. Nele tem atividades práticas além de trazer consciência e muitas oportunidades para conversamos com os pequenos sobre o assunto.

Apenas discordo dos apelidos para as partes intimas, mas de qualquer forma é útil e muito gostoso de ler.

São os que eu conheço e recomendo a Caroline da dicas de como escolher livros sobre esse tema:

orientações na escolha do livro:

  1. Alguns livros, apesar da boa intenção, acabam reproduzindo estereótipos que se afastam da realidade. Abusadores com cara de malvado, pegando a criança à força, com aparência assustadora e ameaçadora. A maioria dos autores da violência são gentis, amáveis e conhecidos da criança e isso PRECISA ser dito a ela.
  2. Alguns livros tratam a violência de forma muito subjetiva. Termos como “toques estranhos”, “carinhos esquisitos” são muito confusos. Quanto mais nova a criança, mais assertiva precisa ser a linguagem. Selecione livros que informem sobre partes íntimas. Que revelem como são esses toques abusivos e que abordem questões como segredo e busca de ajuda.

Clicando no link dos produtos vc já será direcionado para onde comprar.

Com amor Flávia Pereira

×
Olá, clique no ícone do Whats abaixo que já vou lhe atender ;)