Escolha uma Página

Vc sabe como abordar esse tema importantíssimo com as crianças?

Primeiro gostaria de dizer que, como educadora, esse abuso tem muita relação com educação violenta, com OBEDIÊNCIA que eu sou totalmente contra, sobre abuso de poder, sobre bater e principalmente sobre desigualdade de GÊNERO.

Nesse post não falarei sobre isso. Mas preciso relembrar todos vcs. ok?

segue aqui link de livros para vcs irem trabalhando com os filhos de vcs.

O primeiro é o SEGREDRO SEGREDÍSSIMO, a protagonista Adriana é uma menina triste que tem um segredo segredíssimo. A sorte dela é que sua amiga Alice é muito esperta, e ao saber do segredo dá a Adriana um conselho conselhíssimo. Adriana segue o conselho e sua vida muda para melhor. Livro infantil polêmico e inovador. A autora toca delicadamente – mas com firmeza – na questão do abuso infantil. Link onde eu sempre compro pra vcs, e é baratinho!

O outro é o meu preferido é o NÃO ME TOCA SEU BOBOCA

PIPO E FIFI da Caroline Arcari – amamos! Excelente para começar ja desde bem cedo, depois o GOGÔ de onde vem os bebês, para crianças de 6 anos ou mais. Como responder O QUE É SEXO? Como eu fui parar na sua barriga? De forma correta e responsável esse livro vai te ajudar a responder essas perguntas sem repressão sexual e de forma assertiva.

Esses dois livros vc encontra na http://lojacaqui.com.br


Outro livro que amamos é o MEU CORPO MEU CORPINHO  https://amzn.to/2ZhjUzn

 Palavras envolventes e ilustrações delicadas irão auxiliar famílias a abordarem, de maneira lúdica e divertida, conceitos fundamentais para o entendimento da criança, como partes íntimas, o poder de dizer não e a importância do diálogo aberto com um adulto de confiança.

Esses são os que eu conheço e recomendo.

A imagem desse post é de um livro que eu não recomendo, porque trazem a imagem do abusador com uma ilustração assustadora para a criança e, abusadores em sua maioria são alguém da família, vizinho, conhecido e isso confunde a criança. Triste mas é verdade!

A Caroline Arcari da dicas de como escolher livros sobre esse tema:

orientações na escolha do livro:

  1. Alguns livros, apesar da boa intenção, acabam reproduzindo estereótipos que se afastam da realidade. Abusadores com cara de malvado, pegando a criança à força, com aparência assustadora e ameaçadora. A maioria dos autores da violência são gentis, amáveis e conhecidos da criança e isso PRECISA ser dito a ela.
  2. Alguns livros tratam a violência de forma muito subjetiva. Termos como “toques estranhos”, “carinhos esquisitos” são muito confusos. Quanto mais nova a criança, mais assertiva precisa ser a linguagem. Selecione livros que informem sobre partes íntimas. Que revelem como são esses toques abusivos e que abordem questões como segredo e busca de ajuda.

Clicando no link dos produtos vc já será direcionado para onde comprar.

Com amor Flávia Pereira