Escolha uma Página

Passadas as festas, resolvi voltar esse assunto. Alguém exausta aí?

Já falei no post de natal que eu já fiquei traumatizada com uma festa de final de ano e jurei que nunca mais faria aquilo comigo.
Abaixo os gráficos que um PAI QUE FAZ SUA PARTE fez inspirado no meu post (https://www.paisajudampais.com.br/festas-de-final-de-ano/)

Obrigada Rafael Maurici

Isso reflete muito nossa sociedade, isso mostra muito que precisamos fazer algo, como educamos nossas crianças com esse machismo estrutural e, como precisamos olhar para dentro de nós e encarar o machismo que há em nós. URGENTE!


Até quando vai te mulher que fará tudo e ficar exausta e homem lá de boa na lagoa? Precisamos potenciar diálogos para conseguir dividir tarefas de forma justa, sem briga, com conversa e respeito… sim, mais uma carga mental para a mulherada, mas convido todas a pensarem a respeito e serem agentes transformadores da sua realidade.
Quanto vc é responsável pelo que vc se queixa?
O que tem feito para mudar isso?
Já leu sobre carga mental?
Vou deixar uma categoria aqui no blog para esse tema.

Vamos juntas mudar isso!

Flavia Pereira

compartilhe usando os links abaixo